sábado, 23 de abril de 2011

Lateralidade cruzada

Lateralidade cruzada


Quando uma criança é ambidestra ou tem lateralidade cruzada, pode sofrer dos mesmos prejuízos causados pela inibição do canhotismo, ou seja, pode apresentar dificuldade de alfabetização, desorientação espacial, etc. A lateralidade cruzada acontece, por exemplo, quando a criança é canhota de olho e destra da mão ou do pé. É preciso, então, fazer um programa com a criança, para organizar sua psicomotricidade. 'Com uma série de exercícios visuais, motores e escritos, tentamos harmonizar essas preferências e organizar a dominância exercida pelos dois lados do cérebro', explica a psicopedagoga Irene Maluf. 'Embora não exista comprovadamente ligação direta entre os distúrbios da aprendizagem e o canhotismo, com freqüência percebemos essa relação no caso de crianças que não possuem simetria lateral definida', diz a especialista. Não é raro, por exemplo, encontrarmos famílias fazendo tentativas para influenciar a criança a utilizar a mão direita no lugar da esquerda, bem como pessoas adultas bem lateralizadas na infância, como os canhotos, que se tornaram destras. Autores como Negrini, Freire, Romero e Fischer são unânimes em afirmar que o desenvolvimento do domínio corporal é um dos fatores fundamentais no processo de aprendizagem do ser humano, em especial no período em que está na escola, à criança devemos possibilitar todas as experimentação possíveis, induzindo a criança de forma que descubra o movimento como elemento mediador na construção sobre ela mesma, sobre o outro e sobre o mundo. A lateralização, além de ser uma característica da espécie humana em si, põe em jogo a especialização hemisférica do cérebro, reflete a organização funcional do sistema nervoso central.
Existem alguns pré-requisitos, do ponto de vista psicomotor, para que uma criança aprenda ler e escrever, é necessário que, como condição mínima, ela possua um domínio de gesto e do instrumento, esquema corporal, lateralização, estruturação espacial, percepção temporal. Esta educação deve começar antes mesma que a criança pegue um lápis na mão. Muitos alunos experimentam algumas dificuldades com insuficiência de percepção ou de controle corporal, dificuldades de equilíbrio, de coordenação. Uma criança que tenha esquema corporal mal trabalhado não coordena bem os movimentos e pode ter dificuldades caligrafia e sentir dores nos braços quando escreve. De Meur (1984,8) afirma que essas crianças ''não possuem força muscular, flexibilidade articular necessária aos movi mentos necessária aos diferentes movimentos de escrita'‘. Quando a lateralidade não está bem definida, a criança tem dificuldade de assimilar os conceitos de direitas e esquerdas, pois não distingue o seu lado dominante do outro lado; pode possuir também falta de direção

3 comentários:

  1. Oi, me chamo Davih, tenho hoje 23 anos. Sou canhoto de perna porem destro de mao. Lendo este texto tive bastante duvidas sobre se me enquadro na lateralidade cruzada ou se sou um falso destro que foi forcado a escrever com a mao direita. Hoje, minha letra é menos feia, mas quando era menor dava muito trabalho para meus professores corrigirem meus textos. Também percebi que escrevo mais devagar que os outros, nas aulas mesmo que fazia eu sempre terminava de copiar após a maioria. Finalmente, tenho bastante problema com dores enquanto escrevo, acho que faco forca demais para segurar o lapis e isso cansa muito meu braco...
    Será mais possível que eu seja um falso destro de mão ou tenho a lateralidade cruzada de nascença mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Oi DAVI MEU FILHO E IGUALZINHO A VC , TEM 8 ANOS E DESTRO DA MAO E CANHOTO DO PE...... FOI DIAGNOSTICADO D PAC.., ACREDITO Q TENHA LATERALIDADE CRUZADA

    ResponderExcluir
  3. Acredito que tais são ambidestros tem domínio dos dois lados, é o meu caso.Muitos educadores forçam o lado direito para escrever. Esses são mais rápidos em inúmeras habilidades. Sou assim e escrevo e leio muito bem. Tenho 3 faculdades e uma especialização - gosto de ciências humanas, biológicas e exatas. Só tirava 10 na faculdade

    ResponderExcluir